Indicações para a carboxiterapia


A carboxiterapia é um tratamento altamente eficaz para o tratamento da flacidez, celulite e até mesmo queda de cabelo. O procedimento consiste na aplicação de gás carbônico em diversas camadas da pele.

A aplicação faz com que o fluxo sanguíneo na região da aplicação aumente, promovendo uma melhora na circulação e oxigenação dos tecidos, estimulando a produção de colágeno e queima de gordura localizada.

Embora a agulha possa assustar, o método causa apenas um pequeno desconforto e traz ótimos resultados. Confira agora quais são as principais indicações para a carboxiterapia e conte com a Clínica Nautilus para cuidar da sua saúde e bem-estar.

O que a carboxiterapia pode tratar?

São muitas as indicações desse tratamento estético: os principais são:

     Flacidez: para combater a flacidez, a carboxiterapia vai atuar no estímulo da produção de fibras de colágeno, que sustentam a pele e conferem o aspecto liso e saudável;

     Gordura Localizada: aqui, o gás atua lesionando a célula de gordura, assegurando a sua retirada e, assim, melhorando a circulação sanguíneo no local em que foi injetado o gás;

     Celulites: para a celulite - uma das principais indicações, a carboxiterapia elimina a concentração de gordura em determinados locais do corpo, promovendo a queima e a circulação sanguínea e drenagem linfática no local;

     Estrias: por permitir o alongamento dos tecidos do local, a carboxiterapia é muito usada para amenizar as estrias. O tratamento promove o preenchimento da região com gás, viabilizando e estimulando a produção de colágeno e a penetração de cosméticos na pele com maior facilidade;

     Olheiras: a aplicação também pode ser utilizada para tratar olheiras. Afinal, o tratamento vai reduzir o inchaço e deixar os vasos sanguíneos mais fortalecidos, além de clarear a pele e deixar menos arroxeado;

     Queda Capilar: conhecida por carboxiterapia capilar, o tratamento aumenta o fluxo sanguíneo melhorando a fisiologia local, promovendo o crescimento do cabelo, inclusive em caso de calvície.

Para cada indicação, existe uma abordagem específica da técnica que atua diretamente no combate e prevenção dessas situações. O número de sessões também varia de caso a caso - e somente após uma avaliação com o especialista que é possível afirmar o total de sessões de carboxiterapia necessárias.

Em alguns casos, pode-se indicar a combinação de outros tratamentos - potencializando o aspecto desejado naquela região. Dentre os tratamentos combinados com frequência estão a mesoterapia, drenagem linfática, endermologia, manthus, plataforma vibratória, entre outros. 

Há contraindicações para fazer carboxiterapia?

Em alguns casos, a carboxiterapia pode não ser a melhor opção de tratamento. É o caso de pessoas com infecção ativa na região a ser tratada, doença pulmonar que cause retenção de gás carbônico, como a doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), epilepsia, trombose, tromboflebite, embolia, hipertensão arterial descompensada, insuficiência hepática e renal, insuficiência arterial grave, gestação.

Por isso é fundamental realizar quaisquer procedimentos estéticos em uma clínica de confiança e sempre após uma avaliação de um especialista. Ele é a melhor pessoa para fazer a indicação de tratamentos para você.

Agende a sua avaliação com os especialistas da Clínica Nautilus e seja atendido com respeito e segurança!

 

 

Post AnteriorMitos e verdades sobre estrias
Próximo Post Benefícios da acupuntura para a sua saúde