Reestabelecer o corpo após a gestação inicia previamente aos nove meses

Numa gestação programada, existe um “briefing” que pode otimizar a recuperação da pele (seja flacidez, estrias, manchas ou acne) quando realizado previamente à gestação.

Hoje é comum, ao planejar uma gravidez a futura mamãe estar em “seu melhor corpo”, e este é um público cada vez mais frequente nos consultórios;

- Flacidez: Há recomendação de ativos tópicos para otimizar a síntese de colágeno (seja para evitar ou minimizar estrias ou flacidez de pele) associado ao suporte bioquímico necessário para isto (adequados níveis de Vitamina C, Ferro e Oxigênio) atentando ao quadro nutricional e hormonal.

A utilização de tecnologia avançada é embasada no tempo de um ciclo e colágeno normal, com parte de sua resposta aproximadamente 30 dias após o estimulo e resposta final com 90 dias após, podendo ser utilizado com segurança num planejamento adequado.

- Estrias são consequentes à uma combinação de fatores, dos quais podemos “amenizar” o estiramento da pele (estresse do tecido conjuntivo), para isto, evitar o ganho de peso rápido e excessivo otimiza o quadro.

A maior dúvida é em que momento tratar, a novidade é que o mercado de tecnologia avançada traz inúmeras opções para substituir as técnicas até então limitadas ao receio da utilização do ativo tópico associado a amamentação, com devida cautela ao período para reequilíbrio hormonal, mensurado pelo retorno da menstruação, para evitar hiperpigmetação.

- Melasma é uma condição crônica que pode surgir ou acentuar no período gestacional. O uso diário de antioxidante tópico, ter um sono de qualidade (uma vez que a melatonina é um antioxidante natural), proteger o rosto da radiação ultravioleta, evitando a exposição solar, e condições de aumento da temperatura amenizam o quadro, mais há necessidade de tratamento contínuo.

- Alterações vasculares acontecem associadas à maior retenção de sódio e água, além da compressão da veia cava inferior pelo útero gravídico, principalmente nos últimos meses da gestação, a drenagem linfática pode amenizar o quadro.

- O aumento da atividade das glândulas sebáceas culmina para aumento da oleosidade da pele, com consequente quadro de acne, que por sua vez, se não tratada de modo adequado pode favorecer um quadro de hiperpigmentação pós inflamatória localizada (“manchinhas”), as alternativas são esfoliar periodicamente, sem exageros para não retirar o fator natural de hidratação da pele, utilizar sabonete e protetor solar adequado, e realizar limpeza de pele com acompanhamento profissional adequado.

Ao receber uma gestante em consultório restringimos o uso de eletroterapia, oferecendo somente aquilo que pode ser utilizado com segurança, e que o benefício da técnica vai além de qualquer possibilidade de intercorrências, extinguindo alguns limites até então impostos somente pelo baixo índice de evidência científica.

Por Juliane Kerecz

Fisioterapeuta dermatofuncional e pélvica - Clínica Nautilus

Post AnteriorRegulamento Gift Card / Voucher
Próximo Post Acupuntura